Matérias

Texto: O Orgasmo.

 

 

Ola pessoas...!!!

Bom já devo começar esse post pedindo perdão pela demora entre um e outro mas sou uma criatura que funciona por extremos impulsos que vem dos mais diversos recantos de minha alma, e depois de muito correr por ela como estrada aberta sem limite algum as vezes me esqueço de onde comecei meu caminho, e as vezes algumas paisagens em especial me fazem olhar de novo para fora e querer parar de correr e em um desses lugares eu passei ontem e pela primeira vez em muito tempo tive verdadeira vontade de parar e por isso vou descrever esse momento especial que vivi, como uma pequena parada e um presente especial para todos vocês que vem comigo no banco do passageiro nesta minha extrema jornada.

Bom essa musica é o que eu pensaria ouvir lendo essa descrição:

 

 

Bom, não estranhem nada do que lerem aqui pois tudo esta sendo escrito por mim em plena sala de aula e decidi que esse vai ser o espaço para explicar isso que vivi e as coisas que me lembraram a doce noite de ontem.

 Faz tempo que corro demais, alguns meses em que não paro de correr para descansar verdadeiramente em nenhum porto seguro, pois o caminho cada vez mais me faz a vir mais e mais rápido por ele, ao ponto de não dormir mais em minha cama quase todos os dias mas sim ficar jogando o máximo de mim pela janela que é tela de meu computador, em textos ou podcasts ou coisas que vocês não podem ver e que estão nos bastidores de minha vida então corro como se não houvesse amanhã, corro de coisas em mim e fantasmas que carrego em minha mochila invisível.

“O professor entra na sala e começa com um assunto tedioso, que conheço profundamente, serio às vezes me questiono por que faço essa faculdade de um tema que no fundo sempre estudei, mas ok o escuto como se fosse um musica de fundo, para o filme que começo a escrever em meu note...”

Ontem a noite por uma ação do destino resolvi confiar em uma sensação doce e especial pervertida como aprendi a amar e buscar devassa por sua intensidade, por que senti em um perfil de internet essa energia resolvi me aproximar dela.

Engraçado eu conversando, com uma amiga e contando o que tinha acontecido ela me disse logo de cara “o que você bonito e puto como você é faz vendo perfis de internet...?  Você só precisa ir a uma balada e fazer estrago...”, ta isso é verdade basta sair para uma balada e voltar acompanhado para algumas horas gostosas, mais o que busco esta alem do que se pode enxergar (pelo menos a olho nu) e isso não em bastaria, mas que eu aprendi a enxergar com minha visão de lobo, meu dom especial de olhar dentro de uma mulher, e encontrar o que gosto lá dentro da alma dessa criatura como eu, gente perdida que me lembra o quão perdido sou e que faz meu coração bater por muito mais do que semelhança.

“...Deus o professor esta explicando para a mulecada da sala coisas que aprendi a 15 anos em outro lugar com outro professor qualquer, penso se eu estivesse ali na frente, contado e ensinando o que sei, se algum desses meninos que estudam comigo seriam tão ruins de cama como me parecem pelas caras de suas namoradas, e eu conheço essa cara de tédio, a cara de ...vai logo, termina logo babaca, que eu não estou sentindo nada..., mas isso é outro assunto...”

Bom vi um perfil de uma moça, e lendo coisas que ela escreveu senti a sensação de energia que gosto e me aproximei, mandei uma mensagem de amizade, afinal o seguro tanto para mim quanto para ela, e estar próximo sentindo  a sensação que vai alem da semelhança, mas sim algo que me agrada mas a idéia era ficar próximo dessa energia extrema, vadia e deliciosa, igual a minha.

Conversamos fiquei curiosíssimo com essa menina deliciosa, curiosa e devassa, e fui mostrando pouco a pouco o que vivi, as loucuras para as pessoas normais e que  para mim ou pessoas como eu libertinas ao extremo são puras perolas de delicia e prazer, contei pouco a pouco de mim,  de coisas como eu gosto e preciso e lógico assustei a moça com minha vida maluca como fetichista extremo por anos, coisas que fazem pessoas me olhar como se fosse um aliem um maluco por que simplesmente tenho a coragem de viver o que elas apenas sonham.

“...A sala esta cheia mas simplesmente essa aula nada me diz e minha mente ainda borbulha com ontem a noite com minha moça perdida...”

Começamos a conversar, eu falo muito de mim e como sempre acontece parece ser pura contação de vantagem, como o que os homens sempre fazem afinal depois de atrair a mulher para a cama e usar do corpo dela, pronto, mais nada é necessário e termina a mentira deles e começa a decepção da mulher, o único problema é que o que os homens contam como vantagem mentirosa era minha realidade da qual as vezes não tenho muito orgulho, pelo mal que me fizeram por conta disso mas eu conto como se quisesse atrair aquela doce criatura para mim mesmo sem entender o porque e começo a olhar para adentro dela para entender o por que da atração que sinto.

Mas olhando lá dentro dessa doce criatura, com o meu dom e comecei a sentir sua devassidão pela intensidade e uma carência pela necessidade de cuidado e sensações por isso uma capacidade de entrega em busca de si mesma que me encantou, tentei parar de olhar para dentro dela, tentei olhar para o trabalho para outras coisas, mas me embriaguei nessa doçura da menina do outro lado da tela, e comecei a querer ouvir mais e tentar ajudar ensinar e seguir em frente sem querer para mim a doçura dela, mas então ela pede para se entender e pede para eu mergulhar em sua alma, deliciosa, fico com medo por ela, por mim, mas atendo seu desejo e começo a mergulhar em sua alma cada vez mais profundamente e mais embriagantemente, meu libido explode minha vontade de cuidar proteger e ficar cada vez mais próxima, sentido ela cada vez mais, começo gostar demais do que vejo em sua alma, sinto que a estou assustando com meu dom (sim, tudo que disse era real, não a pegadinha do Malandro.... rsrsrsrs), mas se não for até o fim vou perder a chance de me completar em uma mulher que senti ser capaz de me dar o que busco.

E percebi sua excitação sua vontade tão grande quanto seu medo, e ai sim, pensei muito medo de ir tão longe tão fundo com essa menina que apenas sentia e não tem sequer corpo físico real para mim ainda, mas decido enviar meu calor e energia para ela a distancia. Droga, isso você faz para quem tem corpo físico tem chance de ser a mulher de sua vida, não e se ela for só uma menina mimada e curiosa e amanhã fugir depois de tirar o que você é depois de tirar o pedaço de você que sempre te roubam...? Mas minha vontade suicidada desse sabor maravilhoso dessa entrega dessa criatura superou meu medo, eu quero e não saio de sua alma sem tirar dela o mais intenso orgasmo da vida dela, se for uma única vez que seja perfeita, afinal meninas sempre fogem de lobos como eu...

“...Ótimo o professor saiu da sala, intervalo, todo mundo sai junto para beber algo, fumar, ou conversar e fico sozinho na sala, e obrigado , por que a lembrança de minha princesa da noite anterior entregue a mim  vai me fazer perder a cara de bom moço que sempre disfarça aqui, neste momento o puto esta aqui sem limite...”

A sondei senti sua excitação (quase podia sentir seu cheiro molhado gostoso) e carência e prometi dar-lhe carinho prazer e o melhor “boa noite”  em paz que ela já teve.

Ela me diz estar em frente do micro de lingerie esperando ter prazer para se aquietar e dormir, ofereço o que tenho, minha energia e tesão, e ela por curiosidade aceita.

Peço a ela que se entregue que faça como as mulheres que amei fazem se entregando sem pudores ou limites, ela aceita, sinto essa entrega em uma forma de energia doce que só podia ser seu molhado escorrendo enquanto ouvia minha voz, e calmamente comecei a guia-la a acalmei concentrei e mandei minha energia através de minha voz, quase que sentindo uma parte de minha alma indo toca-la, acaricio seu corpo devagar explorando ele como nunca fizeram, exijo seu entrega e submissão enquanto a toco para guia-la da forma mais perfeita que existe a do homem Dominador, Lobo selvagem e apaixonado tocando uma mulher submissa e entregue ao que seu homem fizer.

A sentia gemer em cada toque em cada palavra que dizia a ela, e fui eliminando minhas barreiras de proteção uma a uma, fui mergulhando em sua doçura e devassidão, cada vez mais fundo em cada toque em cada sensação novo que fui lhe dando, cada vez mais profundo e forte, intenso, o corpo dela perde o autocontrole e eu o tomo para mim e a conduzo, começo a temer, meu coração começa bater mais forte, isso é ruim, não deve acontecer, mas sem senti-lo empenhado não seria o que amo viver, mergulho mais fundo e me entrego junto a ela, e faço com que ela quase morra de prazer, gema, grite, podia sentir ela a kilometros de  distancia cada vez mais entregue mais mulher mais perfeita, esqueço de mim e a tomo, assumo totalmente seu controle e a levo ao extremo máximo que conheço em intensidade que ela perde o controle de seu corpo, esse nível de entrega que sonho em minha vida e que busco também me faz perder meu autocontrole e começo sentir extremo carinho, quase amor por aquela doce criatura submissa entregue a mim, de corpo e alma.

Ela chega a um ponto de prazer que nunca sentiu antes, sinto isso entro no meu estase de homem dominador e ela pede para poder gozar, eu nego a levo mais longe ainda a terra do orgasmo não do simples gozo, que sim é bem diferente. Ela treme toda, eu acelero a sensação de prazer ao ponto de ela não ter mais controle sobre ela a faço submissa escrava, sem controle se doando a mim a sua própria luxuria que me delicio de uma forma que só pode ser chamada de divina não meramente sexual.

Ela implora e eu sentindo o orgasmo dela vindo em máxima intensidade, a comando e MANDO gozar para mim, e ela explode da maneira mais maravilhosa que uma mulher pode, fica mole treme morde seu travesseiro ou braço para não gritar de prazer e acordar os pais no quarto ao lado, me sinto completo, homem feliz perfeito com ela nesse momento, sinto ela tremer contorcer, seu controle ainda em minhas mãos me delicio, a puxo para meu colo ainda sem controle, sem forças e dou carinho, cafuné, a acalmo, tenho medo de te-la assustado,  pois a intensidade foi muito grande, ela fica minutos sem força e sem controle em meu colo tentando voltar a ter controle de si mesma, a mimo e acalmo e conversamos ela esta abismada, eu tento a acalmar e mostrar que o que houve fiz por carinho e não tesão até por que tudo terminou  sem eu dar a presente do meu orgasmo junto a ela. E assim terminamos a noite, e durante o dia encontro o texto que ela escreveu sobre a estranha noite que nunca tinha tido e que para mim é parte da minha mais intensas, porem respondendo as perguntas todas de seu texto:

“... Será que isso foi uma "pegadinha do Malandro"?”

Não anjo, eu e você somos assim mesmo é tudo verdadeiro.

“...a distância ... sim ... como é possível?”...

Por que nossas energias bateram e sincronizarão e eu me projetei onde você precisava, dentro de você...

“... só pode! Outra explicação, que a cada momento me parece mais obvia, é que eu - definitivamente - não conheço nada, nem eu mesma.”

Anjo você se conhece sim, só teme colocar tudo que é para fora com medo de quebrar em uma entrega extrema que é sua mais nescessidade, mas desculpe, mas o que sentiu infelizmente só funciona assim quando pessoas extremas de verdade se encontram, e são raras, tomara que a pessoa próxima a você seja assim, senão, temos de pensar...

“...sob as ordens de um bruxo desconhecido), corro sérios riscos!”..

Não, você não corre risco algum comigo, e o único que corre é consigo mesma por não entender o que houve, por que eu jamais lhe faria mal...

“Não sei explicar como isso aconteceu! Sei que foi assim, intento, sem controle, quase celestial....”

Sim anjo para mim também o foi.

“Assustada? Muito! ... Aliviada? Demais ... Impressionada? Em absoluto ....

Me deixei levar, fui dominada e tive o maior orgasmo da minha vida ...

E agora?...”

Também me impressionei e estou pensando muito, demais mesmo. E cheguei a uma opinião final sobre tudo que sentiu e o que acho que faria em seu lugar.

Sim você só vai ser feliz sendo dominada que é sua verdadeira natureza, a mais forte e extrema e a única capaz de lhe fazer sentir essa intensidade, só que ela só será perfeita em função do parceiro que te conduzir, e não pela submissão a qualquer pessoa.

"E agora... ?"

Estou no carro esperando.... Quer vir voar em minhas assas anjo...?

 

Abraços e beijos,

O Motorista...

 

Recomendamos também