Matérias

Discussão: Definições de Dominadores.

 

 

 

 

Olá pessoas...!!!

Bom continuando a serie de definições das posições mais comuns no BDSM vamos neste post falar sobre os tipos de Dominantes mais comuns.
Em D\s que é o “D”  na abreviação do anacronismo BDSM (Bondage, Dominação\submissão, Sadismo e Masoquismo), já falamos no post anterior sobre a submissão, que é na minha opinião de onde nasce a D\s, pois sem alguém se submetendo não existe dominação.
Então se você ainda não leu o post de definição anterior clique aqui e vá até lá lê-lo para garantir que esse gere a informação completa que ele deve criar.

Primeiro de tudo vamos repetir a definição de submissão:

Entrega é a melhor definição para submissão dentro do SSC (São, Seguro e Consensual), porque ela é uma escolha consciente da entrega prazerosa de uma pessoa para a outra ou também T.P. (troca de poder), porque uma submissa é alguém que tem o poder da sua vida e a entrega a alguém por vontade própria, afinal ninguém é pego na rua contra seu desejo, e caso se apresente essa ocorrência, tal não se caracteriza BDSM, cujos os princípios encontram-se embasados nos conceitos de SSC. Neste caso estaríamos, designando um crime, não consensualidade.

Bom se submisso é quem se entrega a um dominador, vamos definir a Dominação:

Dominador é aquele que recebe essa entrega (submissão) e a usa como desejar em acordo comum com o submisso e de seus limites acordados em negociação anterior.
Ainda podemos definir Dominação como utilização da submissão por um Top Dominador onde os tipo mais comuns de Dominadores são:

 

Dominação mostrada em antigos cartuns franceses.



Dons: Dominadores homens Tops nas práticas que tem submissos (mulheres ou homens dependendo da preferência sexual do mesmo) que lhes servem como bottoms nas práticas.

Dommes ou Dominatrix: são mulheres Tops que dominam seus submissos nas mais diversas práticas.

Algumas pessoas separam a dominação masculina (MaleDom) da feminina (FemDom) por isso a separação acima, porém em minha visão são apenas gêneros distintos com práticas diferentes da mesma coisa.

 Domme aplicando a técnica de Spanking.

 

 

 

Top: Para alguns é a mesma coisa que o termo Dominador no sentido de classe dos dominantes, porem para outros é quem aplica a prática de forma ativa no bottom (quem recebe a pratica passivamente), não sendo necessariamente Dominador.

Mestre: É o senhor de escravos (submissos que costumam ter menos limites e liberdades), ou na minha visão quem ensina e adestra ou outros Dominadores como a figura do Mentor ou submissos diversos.

 

Master: Termo termo usado para definir o Dominador na liturgia Goreana (Goreanos: seguidores dos preceitos dos livros de John Normam e a saga da Contra-Terra de GOR), e que costuma ser  senhor de escravas de GOR as Kajiras.



Lady: É a Domme nos livros GOR que são servidas pelos “Kajirus de Seda” (escravos homens).

 

 

PonyGirl: Mulher que serve como cavalo de seu Adestrador.


Adestrador: Um termo comum na prática do petplay, onde o Top é dono de um pet humano, e como dono do pet, o adestra e brinca com ele como lhe aprouver.



Daddys\Mommys: é o Top da prática infantilista sendo o Daddy (papai) ou a Mommy (mamãe) de um infantilista (que é um adulto que simula ter uma idade infantil na prática) sendo este ou uma BabyGirl ou Babyboy, porem isso só se encaixa em BDSM se houver D\s no relacionamento, algumas pessoas praticam infantilismo como estilo de vida sem D\s e neste caso eles no máximo seriam Tops ou bottons mas sem a conotação de D\s.

 

 


Um esboço clássico de podolátria de Martin van Maele: La Comtesse au fouet.

 

Deusas\Rainhas: Um termo muito usado pelos podolátras para as mulheres que são as musas de sua adoração por pés, porem em alguns casos onde não existe D\s na pratica elas apenas são Tops da prática e o podólatra adorador dos pés apenas bottom da prática.

 

 

Foto de uma suspensão com indumentarias Vitorianas, afinal as pessoas amarram desde sempre.



Bondagista: É a pessoa que é o Top na prática de Bondage, sendo quem ativamente amarra a bondagete (bottom em Bondage) porem só como nos casos acima tem de ser analisado sobre a existência ou não da D\s para se determinar é Top é Dominante ou não, segundo a preferência das pessoas em sua prática.

 

 

 

Sádico praticando Spanking em uma cavalete para Spanking.



Sádico: É aquele que tem prazer em inflingir castigo (não apenas dor física) ao outro sendo Top de preferencialmente um bottom masoquista, porem sádicos podem também se relacionar com submissos ou outras classes de bottons para poder aplicar-lhes alguma forma de castigo. Tendo da mesma forma de ser analisado se o sádico é Top por administrar o castigo, porem se a prática tiver D\s este também será alguma forma de dominante (Dom, Daddy, Adestrador, etc...) além de sádico.



Switchers: São pessoas que ora assumem o papel de submissas e ora assumem o papel de dominadoras, não tendo definição fixa, como submisso ou dominador. Costumo dizer que nestes casos é uma situação que depende das pessoas envolvidas nos relacionamentos onde os participantes estão. Não sendo os extremos da submissão ou da dominação que não aceitam inverter os papéis, estes vão acabar assumindo um papel em função do parceiro que se encontra. Sendo que, se o mesmo for mais dominador que ela, a mesma será submissa a este, porém se for mais submisso a mesma acabará sendo Dominante.



E não podemos esquecer que a pessoas podem ser mais de uma das classes acima sem problemas, por exemplo: Dom, Bondagista e Adestrador ou Switcher, Daddy e Sádico segundo seu gosto e vontade pessoal de acordo com seu ou seus parceiros ou ser apenas um ou nenhuma delas podendo ser apenas um voyeur.

Playpartners: Não é um status de D\s mas sim um de relacionamento onde a pessoa pratica com a outra sem o compromisso que outros status de relacionamento em um D\s costumam ter. É o equivalente ao "ficar baunilha" ou mesmo o "estar conhecendo", onde a pessoa pratica com a outra mas sem o vinculo de entrega e posse que acontece quando é estabelecido o relacionamento e seria o que antecede o "em consideração" ou "em negociação", ou o "Encoleirado " ou "Dono" em ultima instancia e tanto um top como um botton podem ser playpartner do outro por não ser um Status D\s mas sim de relacionamento.


Existem inúmeros outros fetiches , dentro do contexto D/s, desde que as pessoas enxerguem e aceitem o papel que lhes faz bem. Quanto àqueles que tem práticas que não se encaixam no SSC não existem análises, a tais, pois a tríade constitui os princípios básicos do meio.

Mas muitas pessoas confundem Dominação com falta de educação ou ego exacerbado pois sejam o que alegarem ser os Dominadores são pessoas normais que devem respeito ao outro ser humano mesmo que ele seja sua pessoa lhe entregue, piorou se a pessoa não lhe pertence ou não se entregou a você. Este tipo de pessoa que acha que por que alguém o chama de Senhor ou Dono o mundo tem de fazer o mesmo, na verdade tem uma disfunção psicológica chamada megalomania e existem pessoas com essa doença no meio BDSM, assim se considerando um dominador sério, e quando esse tipo de pessoa começa pensar assim acaba maltratando pessoas que em nada tem a ver com sua prática, como parceiros de outros ou mesmo empregados ou funcionários que considera inferiores e isso já passa ser doença mesmo e não uma prática saudável, por isso é passível de tratamento.



Outra pergunta que sempre fazem é, o que é ser um verdadeiro dominador e como diferenciar estes, o baunilha do Dominador, e na verdade isso depende do que a pessoa considera ser dominador, pois as vezes o que considero Dominação para outra pessoa não serve, porém uma coisa me ajuda diferenciar isso por uma questão diferente.

O foco: O baunilha fetichista curte BDSM e até faz e domina, porém ele faz isso como apenas uma coisa a mais, uma apimentada na coisas, diferente do que considero dominador que até pode querer sexo “baunilha” porém ele sem estar no controle e dominando o outro ele não se completa, ou melhor o foco de quem É dominador está na dominação e do baunilha no sexo.

 

A cena de correção com Spanking do meu filme BDSM favorito Secretary de 2002: https://www.youtube.com/watch?v=16ISnq5GfPA



Bom é isso pessoas, comentem dêem sua opinião e espero que isso lhe tenha sido útil a vocês em sua busca de definições saudáveis dentro do BDSM e fetiches.

Abraços e beijos,

 O Motorista...

Recomendamos também